No terceiro dia de atividades no Rotax Max Challenge Grand Finals, os representantes brasileiros na competição participaram da primeira corrida oficial do evento.

A programação desta quarta-feira iniciou-se às 10h21 (horário local) / 04h21 (horário de Brasília) com a realização do sétimo treino livre de todas as categorias. Logo após o término da série de treinos, os competidores alinharam para realização da Tomada de tempo, que definiu a posição de largada em todas as três baterias classificatórias. Uma pequena pausa e 10 °C a menos na temperatura ambiente, foi a hora de realizar os primeiros embates na primeira bateria classificatória.

Na Junior Max, Tito Giaffone largou na 23ª colocação na primeira classificatória e, após um excelente trabalho na pista, finalizou as 8 voltas na 15ª colocação. “A pista daqui é muito boa! Tem vários pontos de ultrapassagens, consegui avançar e terminei em 15º, foi muito divertido!” – Disse Tito.

Na Senior Max, Pedro Sousa não teve vida fácil, devido a consequências de disputas com outros competidores, mas ainda assim conseguiu evoluir da 23ª para a 17ª colocação. “Conseguimos acertar bem o kart ontem, mas infelizmente hoje, na tomada de tempo, não consegui encaixar uma volta boa e larguei em 23º na bateria classificatória. Na corrida estava indo bem, mas fui jogado pra fora na última curva e acabei perdendo algumas posições, terminei em 17º. Dá pra melhorar!!” – Ressaltou Pedro.

Leonardo Reis largou na 20ª posição na DD2, conseguiu se livrar bem de um enrosco na primeira volta, chegou a ocupar a 10º posição, mas a duas voltas do fim foi ultrapassado e concluiu a Classificatória 1 em 12º.

Na DD2 Masters Fernando Guzzi teve uma quebra de motor na tomada de tempo e largou na última colocação. Na corrida conseguiu a maior escalada entre os brasileiros e finalizou em 19º. “Eu tive um ritmo muito bom durante a corrida, se não fosse a quebra de motor na tomada de tempo, acho que estaria entre os 5 primeiros. Meu kart está muito bom, em 9 voltas consegui ultrapassar 16 karts. Nas outras baterias vamos escalar o pelotão novamente para tentar largar entre os 15 na Pré Final” – Disse Guzzi. Vale ressaltar que a posição na tomada de tempo define a largada de todas as baterias classificatórias.

João Cunha largou em 18º e conseguiu avançar até a 12ª colocação na classificatória. “Ainda na tomada de tempo não havíamos encontrado o acerto ideal, tivemos um pouco de problemas na velocidade do kart. Na corrida percebi uma boa evolução na parte do motor, acredito que temos condições de brigar no pelotão da frente!” – Ressaltou Cunha.

A pontuação nas classificatórias é atribuída de forma decrescente, onde o primeiro colocado de cada bateria soma zero pontos e o último colocado soma 36 pontos, ou seja, quem marcar menos pontos terá vantagem. Até o momento a pontuação dos brasileiros na competição está da seguinte maneira:

Junior Max

K. 223 – Tito Giaffone – 15 pontos

Senior Max

K. 319 – Pedro Sousa – 17 pontos

DD2

K. 410 – Leonardo Reis – 13 pontos

DD2 Masters

K. 506 – João Cunha – 12 pontos
K. 521 – Fernando Guzzi – 19 pontos

Amanhã, a partir das 04h10 (horário de Brasília) / 10h10 (horário local) os brasileiros retomam a atividade de pista. Serão Realizadas nessa quinta-feira as últimas baterias classificatórias. Os resultados oficiais podem ser vistos no site https://www.rotax-kart.com/en/Racing/Grand-Finals/Grand-Finals-2021/About-Grand-Finals-2021