Grande destaque da etapa foi a utilização de motores Rotax da Bora Karting, nova representante da Rotax no Brasil; 15 categorias foram à pista no Kartódromo Granja Viana neste sábado (15)

A estreia da Copa São Paulo de Kart em 2020 aconteceu neste sábado (15) no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP). Com muitas novidades para a temporada, o grande destaque da etapa foi a utilização de motores Rotax da Bora Karting, nova representante da Rotax no Brasil. Comandante da empresa, Binho Carcasci valorizou o trabalho feito nas 15 categorias que foram à pista na primeira etapa da competição.

“Acompanhamos as equipes e buscamos atende-las da melhor maneira possível, inclusive com atendimento técnico. No fim, tudo superou nossas melhores expectativas. O número de participantes ficou acima do que esperávamos, especialmente na categoria Junior, que chegou a 17 pilotos no grid e nos obrigou a exceder nosso limite de motores de 15 para que ninguém ficasse de fora. E na parte técnica o retorno que tivemos foi muito positivo. Já conhecíamos a qualidade do motor Rotax, mas o nível de problemas apresentados foi baixíssimo, o que nos deixa seguros de que estamos no caminho certo”, diz Carcasci.

Organizador da competição e proprietário do KGV, Felipe Giaffone também comemorou o bom início da Copa SP neste final de semana. “O novo formato da Copa SP é bem empolgante. Há muito tempo, não fazíamos um formato mais curto como esse, mas a resposta foi muito boa. Grids mais cheios, tivemos menos categorias que o ano passado e tivemos mais que 100 pilotos”, diz Giaffone.

“O que mais chamou a atenção também foram as categorias de motor sorteado da Rotax, que logo de cara nos mostrou que esse é o caminho, a aceitação foi boa. Tudo ocorreu muito melhor do que imaginávamos e estamos bem empolgados com o restante do ano”, completa.

As atividades de pista no KGV começaram às 8h da manhã com as tomadas de tempo de todas as categorias. A partir das 9h, as provas passaram a ser disputadas, com a Rotax Max Masters sendo a primeira categoria a entrar na pista – a dupla formada por T. Riberi e L. Viscardi foi campeã do dia com muita regularidade ao subirem três vezes no pódio.

Na Rotax Max, Paulo Coelho dominou o dia com três triunfos e foi o campeão da etapa. Enquanto isso, na ROK Cup Executive, Vicente Borges conquistou o título na Geral e na Plus. Pela Rotax Júnior Max, Lucas Mendes dominou as três provas e foi o campeão da etapa, enquanto Breno Moraes levou o título na Rookie com duas vitórias e um segundo lugar.

Na Rotax DD2, Rafael Reis venceu as três corridas do dia e sagrou-se campeão da etapa. Pela DD2 Masters, Fernando Guzzi foi o campeão com dois segundos lugares e uma vitória na etapa.

Pela KZ2, Pedro Lopes venceu as duas provas do dia e sagrou-se campeão da etapa. Na Shifter ROK, Beto Cavaleiro levou o título para casa com duas vitórias conquistadas.

As categorias Rotax Micro Max e Mini Max dividiram o grid neste sábado. Na Micro Max, Yuri Morelli conquistou duas vitórias e um segundo lugar para levar o título da etapa para casa. Pela Mini Max, Enzo Nienkotter venceu as três provas, sagrando-se campeão do dia na categoria.

No final do dia, os karts carenados da Pró-500 foram à pista para uma prova de 1h20 de duração. Na Light, o kart da Cinho Racing foi o campeão. Enquanto isso, na Sênior e na Geral, a vitória ficou com Celso Batista.